7 de janeiro de 2015

Presídios com a cara dos governantes!

“A justiça atrasada não é justiça,
senão injustiça qualificada e manifesta"
Rui Barbosa


Depois da sociedade brasileira assistir atônita imagens violentas e surreais no Presídio de Pedrinhas em São Luis no Maranhão, surgem meses depois, em pleno começo de 2015, imagens de um presídio mal administrado, desta vez no Estado de Pernambuco.
O presídio Frei Damião de Bozzano o maior de Pernambuco mostrou cenas de presos cavando tuneis, caminhando livremente pelo interior do mesmo, portando facões, facas e outros objetos como se estivessem em seus domínios.
As cenas são lastimáveis e depõe contra o inepto governo de Pernambuco e o omisso Ministério da Justiça do Governo Federal. A Justiça brasileira que com certeza não fica mais envergonhada ao ver estas cenas, não poderia aceitá-las como algo normal no sistema penitenciário do Brasil.
Um lugar que deveria ser exemplo de austeridade, onde criminosos deveriam estar confinados dentro de um rigor absoluto, demonstra a total falta de seriedade desta escória que nos governa, nos cobra impostos e nos dá em troca um serviço como o deste Presídio em Pernambuco ou de Pedrinhas no Maranhão.
Como em outros casos escabrosos que as imagens das câmeras de televisão nos mostram, mais uma vez ninguém será punido, demitido ou afastado de suas funções. Os presos continuarão vivendo nestas pocilgas como se estivessem numa zona de meretrício a céu aberto.
O governador do Estado Paulo Câmara não tem desculpas, pois apesar de ter tomado posse no dia primeiro deste ano, fazia parte do governo anterior como Secretário de Finanças do Estado. Logo, sabia da falta de investimentos, da carência absurda de gestão e decência no trato da coisa pública em seu Estado.
O partido do atual governador (PSB) está no poder naquele Estado desde 2007. Tempo mais do que suficiente para ter resolvido ou minimizado as condições precárias que as imagens mostram do Presídio Damião de Bozzano. Sem contar que o falecido governador Eduardo Campos também esteve no comando do Estado e nada fez para mudar esta situação.
Os governadores costumam culpar o excesso de lotação e a falta de verbas federais nestas situações. A meu ver, ambas são contornáveis e deveria ter sido objeto de processos e demandas junto às autoridades federais do Poder Executivo e Judiciário, coisa que provavelmente nunca foi realizada. A arrogância dos governantes contrasta com sua submissão ao serem pegos de surpresa em situações como esta no presídio da mãe Joana em PE.
O Brasil possui um sistema penitenciário que envergonha a todos. Acumulando presos com acesso a celulares, armas de toda espécie e controle de gangues fora do complexo penitenciário onde estão reclusos. Sem contar que os presos brasileiros possuem benesses que nenhum outro país concede como redução de penas de forma progressiva, indultos e visitas conjugais, etc.
Falta vergonha na cara, falta trabalho e honestidade aos governadores e as autoridades federais envolvidas direta ou indiretamente nestas situações dos presídios brasileiros. Os responsáveis deveriam ser penalizados até com a perda de seus mandatos por conta de gestões pífias como estas dos presídios brasileiros. Vejam matérias com imagens do absurdo da administração prisional de Pernambuco abaixo: 


Nenhum comentário: