14 de maio de 2013

Prédio da Estação Ferroviária está fora dos trilhos!

A irracionalidade de uma coisa não é
argumento contra a sua existência,
mas sim uma condição para ela.
Nietzche.

A prefeitura de Bauru comprou o Prédio da antiga Estação Ferroviária por R$ 6 milhões de reais, numa atitude que foi contestada na ocasião. O alto valor, a necessidade de recursos em outras prioridades e a carência de unidades de Saúde foram alguns dos motivos para a discussão na época da compra.

Como sempre acontece, o poder público passa por cima das opiniões contrárias como um trator gigante e faz aquilo que acha certo. Na ocasião o assunto foi discutido na Câmara Municipal onde o Prefeito conta com folgada maioria de votos de seus aliados. Para variar nada foi alcançado nas inúmeras discussões e o cortejo andou.

Hoje, estamos em maio de 2013 e decorrido tanto tempo da aquisição do prédio, a sociedade aguarda o que a administração municipal irá fazer com aquele imóvel histórico encravado no centro da cidade.

A conversa sobre revitalização do centro da cidade não cabe nesta aquisição, visto que em momento algum nem antes nem depois da mesma, houve por parte da prefeitura algum movimento que demonstrasse interesse em tal projeto.

Instalar naquele prédio uma secretaria de governo não é nem de longe um ato inteligente, porém, deixar o prédio parado, sem manutenção, sem pintura e renovação me parece ser a pior entre todas as opções, até porque o investimento foi de seis milhões e isso não é definitivamente “dinheiro de pinga” como diziam os frequentadores daquele local entre uma pitada e outra de seus cigarros de palha.

Cabe à prefeitura esclarecer o quanto antes para que comprou o prédio e quando irá fazer aquilo que “planejou” (sic) se é que o fez em algum momento desde o início do processo.


Nenhum comentário: