21 de maio de 2013

O que talvez poucos brasileiros saibam!

Numa época de dissimulação, falar
a verdade é um ato revolucionário.
George Orwell

Muitos brasileiros, talvez a grande maioria não saiba o que verdadeiramente ocorre em seus munícipios, em seus Estados e muito menos ainda em seu país. Ou por não terem o hábito de ler jornais, revistas e ver telejornais, ou por simples ignorância, estão à margem do que é feito com seu dinheiro diariamente no país.

Sabem votar, não faltam no dia das eleições, porém, raramente acertam no seu voto para cargos importantes para sua vida em sociedade, que são os cargos de vereador, deputados estadual e federal e senadores.

As pessoas bem informadas, chamadas por muitos de formadores de opinião são mais criticas, porém, muitas vezes se confundem por terem uma ideologia muito arraigada ou por detestarem este ou aquele partido ou governantes. Isso pode leva-los ao erro.

Cansei de ver acusações falsas formuladas em teses extensas na internet. Outras vezes textos falsos com autoria inexistente de integrantes da mídia nacional. Outro dia certifiquei que a Fazenda Fortaleza era apenas uma foto da Universidade ESALQ em Piracicaba no interior de São Paulo e não a propriedade milionária do filho do Lula.

Ao invés de escrever sobre coisas palpáveis que nos afetam diariamente, preferem forjar textos, dados para tentar denegrir este ou aquele partido ou pessoa que não lhe agradam ou são de outra ideologia que a do autor.

Precisamos fazer valer o papel do formador de opinião, escrever com seriedade e contendo sempre a verdade acima de ideologias, preferências pessoais, etc. Pois para mentir, já existem os partidos com suas publicidades sempre exageradas e falsas. Para propagar mentiras muitas vezes existe a grande imprensa nacional.

A mesma imprensa que vive das migalhas generosas dos governos em suas três esferas de poder, recursos que garantem edições de revistas e jornais ao longo de seus mandatos.

Estar a par da verdade para poder divulga-la sem receio de estar cometendo um enorme engano é tarefa quase sempre difícil, mas deve ser sempre perseguida por todos. Caso contrário fica valendo a frase do maluco beleza: “Eu não preciso ler jornais, mentir sozinho eu sou capaz" Raul Seixas.

Nenhum comentário: