11 de junho de 2012

Haiti – Desperdício de dinheiro público!


“O erro acontece de vários modos,
enquanto ser correto é possível apenas de um modo”.
Aristóteles

A aventura brasileira no paupérrimo Haiti completa oito anos e carrega em suas costas despesas da ordem de quase dois bilhões de reais. Uma quantia que no mínimo poderia estar sendo utilizada para reequipar, treinar, dotar de alta tecnologia e até remunerar decentemente nossas forças armadas que há décadas estão sendo sucateadas.
Por que o exército brasileiro tem de estar naquela ilha distante de nosso povo e tão perto dos americanos? Por que um país de economia carente e onde milhões sentem falta de moradia, saneamento básico e saúde pública decente têm de gastar tantos recursos financeiros?
A resposta é fácil e clara: Esta ajuda ou socorro emergencial que se tornou permanente foi ideia de Lula e seus asseclas geniais. Queriam chamar a atenção do mundo, em particular da ONU, para que o Brasil pudesse agradá-los e em seguida alcançar a tão sonhada tanto quanto desnecessária cadeira no conselho de segurança daquela organização.
Acontece que os demais países e a ONU não são movidos por esta paixão ou comoção que Lula supôs em seu plano estapafúrdio de ajuda militar. Ficaram gratos, mas deram graças a Deus que erámos nós e não eles que tinham de torrar bilhões nesta sandice sem precedentes.
Não tenho nada contra o Haiti, país imerso em problemas de toda ordem e cujo comando quase sempre esteve nas mãos de ditadores financiados pelo mesmo capitalismo que pede “ajuda” e tem respaldo em Lula.
Se ficarmos apenas na questão da segurança, o valor investido naquela aventura nababesca chega a seis vezes o valor investido com a Força de Segurança Nacional no mesmo período. Convenhamos muito mais importante e necessário para nosso povo. Dados revelados pelo jornal Folha de SP mostram conforme gráfico abaixo a evolução dos gastos do Brasil com o Haiti.
O governo petista tem se caracterizado por várias coisas nefastas como não combater a corrupção, não promover as reformas políticas necessárias e ajudar com nosso dinheiro republiquetas pelo mundo afora com empréstimos, perdão de dividas ou ajuda militar como neste caso do Haiti.


Nenhum comentário: