22 de abril de 2012

Médicos ou monstros?

A humanidade não se divide em heróis e tiranos. As suas paixões, boas e más, foram-lhe dadas pela sociedade, não pela natureza. Charles Chaplin

Alguns meses atrás em São Paulo e Sorocaba entre outras cidades foram descobertos um esquema onde médicos famosos burlavam, ou melhor, fraudavam suas presenças em hospitais públicos, enganando pacientes e o Estado, que os remunera mediante suas horas trabalhadas.

O processo foi instaurado, confesso que não tenho certeza se os manganões safados foram demitidos e se tiveram que devolver aos cofres públicos os valores roubados dos contribuintes paulistas. Difícil neste caso não imaginar o que ocorre nos Estados mais distantes da Nação, sem os recursos de informática e controle que SP dispõe em seus Hospitais.
Não estamos falando de estagiários, mas de médicos formados e preparados em tese para agir com honestidade, probidade e ética a favor da sociedade que pagou na maioria dos casos suas formações em Universidades Públicas.
Ontem veio a notícia estarrecedora que alguns médicos espertalhões (Tipo político) usam outros profissionais em seus lugares na hora de realizarem cirurgias. Eles comparecem ao hospital, falam com os pacientes, mas na hora do procedimento cirúrgico, que o paciente a eles confiou, caem fora e deixam o paciente nas mãos de um profissional desconhecido.

Por enquanto eles estão usando outros médicos para enganar os pacientes e os Hospitais. Mas não vai demorar muito até que criem coragem de utilizarem outros profissionais (Enfermeiros, residentes, faxineiros) etc.

Estes hipócritas pensam que são Deuses, ou melhor, tem certeza, abusam da fragilidade e da impunidade que corre solta em nosso país. Se houvesse demissões por justa causa, penas duras para estes abusos com certeza estes imbecis de branco não iriam por em risco a sua credibilidade.
O Conselho Regional de Medicina no âmbito nacional deveria imediatamente tomar providência severas contras estes pseudoplasmódios da medicina brasileira.

Os Hospitais devem ficar atentos e coibirem estes procedimentos nefastos destes médicos que enojam com este comportamento que não combina com esta nobre e digna profissão, afinal, o Brasil tem muitos profissionais da medicina que são orgulho para esta Nação.

Nenhum comentário: