2 de março de 2012

Passando a limpo a Lei da Ficha Limpa

O processo de redemocratização do Brasil é lento, porém caminha de forma célere e constante, com pequenos avanços, porém sem retrocessos, onde podemos ressaltar sempre o valor inquebrantável das instituições democráticas que ao longo do tempo se consolidaram.

Embora com alguns percalços, tempo perdido e muita discussão, inegável discutir o valor da Lei Federal da Ficha Limpa, que pode ao longo do tempo oxigenar a vida pública, evitando que alguns candidatos a cargos políticos venham a se candidatar sem ter o devido estofo moral e com dividas pendentes junto à justiça.

A Batra – Bauru Transparente desde o princípio das discussões em torno desta lei, sempre enfatizou a importância da aplicação dela além dos muros do legislativo, atravessando as fronteiras e podendo também se instalar no seio do poder executivo.

Aqui em nosso munícipio podemos nos orgulhar de sermos uma das poucas cidades do país, onde foi implantada a Lei da Ficha Limpa Municipal com extensão para os cargos de confiança do executivo e da própria Câmara.

Um significativo avanço, que traz em seu bojo esperança de tempos melhores, escolhas de profissionais com passado limpo e consciência tranquila para exercer cargos que afetam a administração do erário.

Nas próximas eleições municipais em outubro deste ano, teremos pela primeira vez um teste nas urnas com a aplicação integral e sem subterfúgios da Lei da Ficha Limpa Federal, sendo que, no caso da lei da ficha limpa municipal a mesma continua defendendo os princípios éticos e morais após as escolhas dos candidatos eleitos.

Pois quando estes forem nomear seus assessores e os demais cargos de confiança na cidade terão pela frente a sombra constante da Lei da Ficha Limpa Municipal. Melhor para a cidade, sua administração e a nossa sociedade.

Um comentário:

Tiago Ribeiro disse...

não entendo porque uma lei que deveria ser na prática pressuposta ainda seja até hoje motivo de discussão.. a verdade é que independente da situação do passado do político, seja ele limpo ou sujo, o que realmente estamos preocupados é com nosso patrimônio nacional público e nas intenções dos que escolhemos pra cuidar deles.. e claro que essa segurança não será extinta apenas com o fato de serem barradas a candidatura de "sujos", mas é apenas um passo pra evitar um desastre maior.. lamento muito que leis desse tipo sejam necessárias pra que haja um controle maior na prevenção da honestidade política, mas lamento mais ainda por mesmo com a lei, ações ilícitas continuarão a acontecer..